3º DESAFIO PEGADA X POLVO FC

Publicado em 12/08/2019
Imagem do Artigo 3º DESAFIO PEGADA X POLVO FC

Revista Pegada, em parceria com a Polvo Fight, comemora seus 14 anos com muitos nocautes e finalizações

A academia Polvo Team Fight Club foi o palco da grande festa que aconteceu no dia 10 de agosto de 2019, onde foram realizados 11 combates de Kickboxing, de Jiu-Jitsu e 1 de MMA.

Mas antes de falarmos como foram as lutas, vale muito a pena destacar a equipe que foi montada para este evento, amigos de longa data se voluntariaram e fizeram questão de participar.

Na arbitragem, profissionais de altíssima qualidade se revezaram entre as lutas, em especial Antônio Messias, Edu Melo, Edy Dias e Ricardo Pereira. O médico responsável foi o renomado Dr. Alípio Naphal, líder da Knockdown que, junto com o melhor cutman do Brasil, Robson Gomes e toda a sua equipe, fizeram um trabalho excepcional focando sempre a integridade física dos atletas, tanto que fizeram a bandagem nas mãos de todos os atletas, inclusive os amadores que, na maioria dos eventos, lutam com suas bandagens elásticas de treino.

O announcer Ton Munhoz comandou a festa com maestria e, junto com as ring girls Luh Ramira, Gih Santos e Malvani Vieira, deram um show em cima do ringue.

“Gostaria de agradecer à todos que nos ajudaram a realizar este evento, primeiro aos meus parceiros nesta empreitada, Braz “Polvo” Messina e Fabio Pereira que abriram a porta da academia e correram muito para tudo dar certo. Muito obrigado a todos os parceiros que aceitaram o convite e acreditaram na nossa proposta: Daniel Lucena da UIAMA; Genival Ivo da FEMMAESP; Fast Fight que fabrica os melhores cinturões no Brasil; toda a equipe da Knockdown, Dr. Earle da Seme Eventos pela ambulância, item essencial para qualquer evento; Fernando da T Rex Nutrition pelos kits oferecidos a todos os atletas; Mestre Giuliano Team pelas medalhas; Luiz do Açaí Fruta Brasileira; JS Protetores Bucais e Front Plass. É muita gente para citar nome por nome, resumindo, obrigado a todos os árbitros, stafs, líderes de equipes e, principalmente, aos atletas, sem eles não existiria nada.” Agradece Marcos Santos, CEO da Revista Pegada.

Foram cindo cinturões disputados entre os quinze combates realizados, 3 foram profissionais e 12 amadores. O que não faltou foi emoção, combates muito bem casados empolgaram o público presente, que manteve a casa lotada desde a primeira até a luta principal.

“Procurei casar atletas do mesmo nível, independente de ser profissional ou amador, tentei ser o mais imparcial possível. Não sou daqueles que só coloca moleza para os meus atletas, pelo contrário, procuro sempre casar lutas duras, afinal é para o desenvolvimento deles, vencendo ou não”, resume Braz “Polvo” Messina, matchmaker do evento e líder da Polvo Team.

A luta principal do evento foi entre dois faixas pretas duríssimos. “Marcelão” Gonçalves enfrentou Genival Ivo Barbosa pelo Cinturão de Jiu-Jitsu na categoria absoluto. Depois de trocar pegadas em pé, Marcelão consegue aplicar uma queda, vai para as costas e encaixa um “reloginho” muito justo, mas Genival não desiste e consegue se defender. Marcelão aproveita e encaixa os ganchos nas costas, ganhando assim mais 4 pontos, mas logo em seguida, Genival consegue sair da posição e termina a luta na guarda de seu adversário, que venceu por pontos: 6 x 0.

“Quero agradecer primeiro a Deus, poucos sabem, mas passei por duas situações muito sérias na minha vida, primeiro uma embolia pulmonar, depois um enfarto. Hoje lutar para mim é muito prazeroso eu luto por que eu gosto, por que me faz bem... Vocês não sabem o quanto a Revista Pegada foi importante na minha vida, através de suas fotos e reportagens, eu consegui patrocínios que me ajudaram bastante. Quero agradecer o convite, foi uma honra lutar com o professor Genival e, principalmente fazer parte da festa de aniversário da Pegada.” Finalizou Marcelão.

No início da disputa do cinturão de Kickboxing - K1 Profissional, na categoria até 71,800 Kg, Romário “Lekchai” tomou a iniciativa e partiu para cima de Glaucio “Sagaz”. Aos poucos foi se encontrando na luta, achou a distância e, ainda no primeiro round, aplicou um knockdown com um cruzado de esquerda. A segunda etapa começou parecida com a primeira, Lekchai começou bem, mas após uma sequência de golpes na linha da cintura e uma joelhada certeira, foi ao chão e não levantou mais, nocaute técnico aos 2 minutos e 26 segundos do segundo round.

A disputa do cinturão de Kickboxing - K1 Profissional até 75 Kg, sem a menor dúvida, foi a melhor luta do evento. Bruno Graciano da Silva foi superior em todos os rounds, aplicando boas sequencias e duros golpes, mas Wesley Santos não se abateu em nenhum momento e foi para cima o tempo todo, o que valorizou ainda mais a vitória de Bruno. O combate foi tão intenso que, ao final, o professor Lourenço Santos ofereceu a revanche no próximo Pro Fight. Após a premiação, Bruno pegou o microfone e pediu a mão de sua namorada em casamento, recebeu o tão desejado “sim” e, de brinde, foi desafiado por Caio Madrik da Polvo Team.

As disputas dos cinturões de Kickboxing - K1 Amador foram chanceladas pela UIAMA - Internacional Unión Internacional de Artistas Marciales de América, e oferecidos pelo vice-presidente e grande parceiro, tanto da Revista Pegada quanto da Polvo Team, Daniel Lucena.

No feminino até 67 kg, Nadja Brito de Oliveira e Erika Reis da Silva fizeram um combate muito equilibrado, mas Nadja foi mais contundente e venceu por decisão majoritária.

Já o campeão da categoria até 73 kg só será definido no próximo evento, pois Vitor “Dick Vigarista” Paiva acertou um golpe ilegal, porém involuntário (apesar do apelido), em Jobson de Souza Moura, aos 54 segundos do primeiro round.

“Foi um golpe acidental que pegou de encontro, infelizmente só definiremos o campeão no próximo evento que, aliás, talvez aconteça ainda neste ano, estamos conversando sobre esta possibilidade. Vou aproveitar para agradecer ao mestre Daniel Lucena pelo apoio que sempre nos deu. Oss”, finaliza Fabio Pereira, sócio da PTFC.

3º Desafio Pegada x Polvo FC
Data: 10 de agosto de 2019
Local: Academia Polvo Team Fight Club

Kickboxing - K1 – Amador - até 55 Kg:

  • Débora Casassa de Alencar (011 MMA Team) venceu Maria Luiza (Sagat Thai) por TKO, aos 1min35s do R1;

Kickboxing - K1 – Amador - até 60 Kg:

  • Otavio Suassuna (Polvo Team) venceu Lucas “Tikote” Mateus (Tamura Fight) por TKO, aos 1min24s do R3;

Kickboxing - Low Kicks – Amador - acima de 94 Kg:

  • “Ney” Gregorio (Polvo Team) venceu Cesar Rikaczewski (Gaditas Fight Team) por decisão majoritária;

Kickboxing - Low Kicks – Amador - até 73Kg:

  • Ilan Legacy (Ton Muay Thai) venceu Eder “Dida” Messina (Polvo Team) por decisão dividida;

Kickboxing - K1 – Amador - até 71 Kg:

  • Guilherme Varro (Brother Skull) venceu Gabriel Alves (Guilherme Salgado Master Fight) por decisão unânime;

Jiu-Jitsu - Faixa Azul - até 78 Kg:

  • Rickson Texeira Brandão (Team FATT/B9) finalizou Eduardo Lima (Half&Half/QBJJ) com uma chave de pé aos 4min24s, após estar vencendo por 13 x 0;

Jiu-Jitsu - Faixa Azul - até 75Kg:

  • Mario “Alemão” Arthur (Half&Half/Polvo Team) venceu Danton “Vô” Ferraz (Team Finus) por uma vantagem, após empate em 2 x 2;

Kickboxing - K1 - Amador - até 80 Kg:

  • Dener Cardoso (Veras TK) venceu “Dudu” Ribeiro (Thailand Top Team) por decisão dividida;

Kickboxing - K1 - Amador - até 60 Kg:

  • Diego “Chihuahua” dos Santos (Polvo Team) venceu Walter “Suspiro” (Sagat Thai) por decisão unânime;

MMA Amador - Até 60 Kg:

  • Gabriel Espinosa (Lourenço Team) finalizou Italo Elmer Lima (Polvo Team) com um arm lock invertido, aos 2min9s do R3;

Disputa de Cinturão - Kickboxing - K1 – Amador - até 73 Kg:

  • Vitor “Dick Vigarista” Paiva (Polvo Team) acertou um golpe ilegal involuntário em Jobson de Souza Moura (Serginho Team/Universo Fight) aos 54 segundos do R1, e a luta acabou sem resultado;

Disputa de Cinturão - Kickboxing - K1 – Amador - até 67 kg:

  • Nadja Brito de Oliveira (Serginho Team/Universo Fight) venceu Erika Reis da Silva (011 MMA Team) por decisão majoritária;

Disputa de Cinturão - Kickboxing - K1 – Profissional - até 75 KG:

  • Bruno Graciano Da Silva (Veras TK) venceu Wesley Santos (F&H Team) por decisão unânime.

Disputa de Cinturão - Kickboxing - K1 – Profissional - até 71,800 KG:

  • Glaucio “Sagaz” Fernandes (Team Chagas) venceu Romário “Lekchai” Cesar (AFC/Team Ribeiro) TKO aos 2min26s do R2;

Disputa de Cinturão - Jiu-Jitsu - Peso Absoluto:

  • Marcelão Gonçalves (Romanos/B9) venceu Genival Ivo Barbosa (Macaco Gold Team/Bhering JJ) por 6 x 0.

  • Polvo Team Fight Club
  • T-Rex Nutrition
  • TV Pegada
  • World Tatami