Sheikh Khalid é finalizado por fã com síndrome de Down em cerimônia pré-Brave 18

Publicado em 12/11/2018
Imagem do Artigo Sheikh Khalid é finalizado por fã com síndrome de Down em cerimônia pré-Brave 18

Mohammed Buhaza realizou o sonho de lutar MMA da forma mais emocionante possível. Fã do esporte, o rapaz de 19 anos, que tem síndrome de Down, desafiou Sua Alteza Sheikh Khalid bin Hamad Al Khalifa, patrono do Brave Combat Federation, lutador amador e príncipe do Bahrein. Os dois se "enfrentaram" em uma animada sessão de sparring na cerimônia de abertura da International Combat Week, maior festival de esportes de combate da Ásia, que culminará no Brave 18, na próxima sexta-feira (16). O resultado? Vitória de Buhaza, por "finalização".
Os dois entraram no cage do Brave sob apoio e aplausos de dignitários, influenciadores e celebridades do Reinado do Bahrein, que se emocionaram com as lágrimas de Buhaza ao ser declarado vencedor da disputa.
Nos últimos meses, Mohammed passou a treinar na KHK MMA, principal time de MMA do Bahrein, e passou a ser incluído nas atividades oficiais da equipe. Ele estará presente ao longo da semana no mundial de MMA amador para ajudar o time barenita e também irá ver de perto o Brave 18, que terá três disputas de cinturão incluindo os brasileiros Lucas Mineiro (leve), Felipe Efrain (galo) e Marcel Adur (mosca).
A cerimônia foi marcada também pelo início do mundial de MMA amador, organizado junto à IMMAF (Federação Internacional de MMA) e o lançamento da KHK Heroes, iniciativa que busca fortalecer o compromisso social da KHK MMA e do Brave com pessoas menos afortunadas e com deficiências de qualquer natureza. A KHK Heroes foi apoiada por diversos setores da sociedade barenita e por atletas do Brave mundo afora através das redes sociais.

Foto: divulgação

  • World Tatami
  • Pro Fight MMA Brasil 41
  • TV Pegada
  • Polvo Team Fight Club