Batalha MMA 13 consagra dois campeões em noite de finalizações e nocautes

Publicado em 04/07/2018
Imagem do Artigo Batalha MMA 13 consagra dois campeões em noite de finalizações e nocautes

Leandro Compri e Johnny Kabeça saíram com cinturões em noite de nocautes, em Osasco

Ginásio lotado, lutas movimentadíssimas e duas disputas de cinturão em jogo. Esse foi o cenário feito sob medida para o Batalha MMA 13, que retornou à cidade de Osasco em grande estilo na noite deste sábado (30).
Ao todo 18 combates movimentaram o card do evento, sendo oito nocautes, sete finalizações e apenas três decisões nas mãos dos juízes.
Os principais destaques ficaram por conta dos novos campeões Leandro Compri, detentor do cinturão interino dos pesos-penas, e Johnny Kabeça, que se sagrou campeão da inédita divisão dos super-leves (74.8kg).
Lutando no “quintal de casa” e com apoio da torcida, Leandro Compri não deu chances para Felipe Cuscianna. Logo no início do round, Compri colocou Cuscianna no chão e foi progredindo de posição até encaixar um justo arm lock. Só restou para Cuscianna dar os três tapinhas aos 45 segundos do round inicial. Com a rápida vitória, Compri conquistou o cinturão interino dos pesos-penas, onde o campeão linear é Robson Punk.
No segundo combate mais importante da noite, o cinturão dos super-leves era a cobiça em um duelo entre Brasil e Líbano. Representando as cores verde e amarela, Johnny Kabeça partiu para cima de Ali Bahjet do Líbano e logo aos 50 segundos do round inicial nocauteou o rival conquistando o cinturão da inédita divisão.
O Batalha MMA agora prepara seu novo show programado para o próximo mês, em São Paulo e com retorno de grandes nomes do MMA paulista em ação.

Confira todos resultados do Batalha MMA 12

CARD PRINCIPAL

  • Leandro Compri venceu Felipe Cuscianna por finalização lock) aos 45 sedundos do primeiro round
  • Johnny Kabeça venceu Ali Bahjet por nocaute técnico aos 50 segundos do primeiro round
  • Reginaldo Corvão venceu Uyran Presunto por decisão dividida
  • Allyson Soneca venceu Anderson da Silva por finalização aos 4min50s do segundo round
  • Cleber Souza venceu Cassiano Tytschyo por nocaute técnico aos 1min05 do segundo round
  • Duda Sales venceu Rogério Lino por desistência no intervalo do primeiro round
  • Ricardo Sattelmayer venceu Henrique Rasputin por finalização aos 29 segundos do segundo round
  • Lucas Thulie venceu Alexandre La Garça por decisão unânime
  • Diogo Sotero finalizou Marcão Aurélio por finalização aos 1min33s do segundo round

CARD PRELIMINAR

  • Rodrigo Snoopy venceu José Davis por finalização aos 1min35 do primeiro round
  • Eduardo Gigante venceu Denilson Carioca por nocaute aos 4min55s do primeiro
  • Wagner Mangaba venceu Murilo Trindade por nocaute técnico aos 55 segundos do segundo round
  • Thiago Tubarão venceu Haruki Armoa por finalização aos 40 segundos do primeiro round
  • Rhalber Bernardo venceu Kauã Souza por nocaute técnico aos 1min10s do segundo round
  • Gilherme “Revira” Miranda venceu Nicolas Carioca por nocaute técnico aos 2min54s do primeiro round
  • João Papa venceu Alex Capoeira por decisão unânime
  • Mauricio Rufy venceu Lucas Stifler por nocaute técnico aos 1min29s do primeiro round
  • Caique Araujo venceu Allan Ozzano por finalização aos 2min34s do primeiro round

Foto: Eduardo Rocha – AE7 Agência

  • AESIR
  • World Tatami
  • Polvo Team Fight Club