Kalindra Faria mira retorno no UFC São Paulo

Publicado em 19/05/2018
Imagem do Artigo Kalindra Faria mira retorno no UFC São Paulo

Lutadora não vê a hora de voltar ao octógono: “Se pudesse lutaria todo mês”

Kalindra Faria acumula no cartel nada menos do que 26 lutas profissionais no MMA. Com um cartel de veterana, a lutadora luta por um lugar ao sol no palco do maior evento de MMA do mundo, o Ultimate Fight Championship. Se recuperando de uma cirurgia que fez no pé, Kalindra mira dias de glória na organização, já que tinha sua movimentação muito prejudicada por essa lesão.
“A minha recuperação está indo bem, o doutor falou que estou cada dia melhor, mas tenho que ficar ainda 4 semanas com uma sapatilha especial, pós-cirúrgica. Já voltei a treinar, tenho feito preparação física, evitando sobrecarregar o pé. A partir da semana que vem já consigo me movimentar melhor. Conforme for melhorando, vou intensificando mais os treinos.”
Depois de realizar eventos esse ano na cidade de Belém-PA, e recentemente no Rio de Janeiro-RJ, o UFC vai desembarcar no Brasil novamente no dia 22 de setembro na capital paulista, onde fará o último evento no país esse ano. Natural de Taubaté, interior de São Paulo, Kalindra Faria mira seu retorno no evento, porém ainda está cautelosa em relação a recuperação da cirurgia:
“Estou louca pra lutar, se pudesse lutaria todo mês. É muito ruim ficar muito tempo sem lutar, ainda mais quando estamos com lesão, parece que alguma coisa está nos limitando. Independentemente de qualquer coisa estou sempre treinando, espero estar bem no segundo semestre para poder lutar. Meu objetivo é lutar no UFC SP, estou confiante na minha recuperação, quero muito lutar aqui, já faz quase quatro anos que não luto no Brasil”. Finalizou Kalindra.
Somando 18 vitórias na carreira, Kalindra Faria acumula 2 derrotas no UFC, porém em nenhuma das ocasiões estava 100% para entrar no octógono da organização. Focada em retornar ao ápice de sua performance, a lutadora aguarda por uma oportunidade de representar o Brasil no UFC São Paulo.

Foto: arquivo pessoal

  • Polvo Team Fight Club
  • World Tatami
  • AESIR