Marcus Buchecha estreia no ACBJJ nesta sexta-feira, em São Paulo

Publicado em 22/01/2018
Imagem do Artigo Marcus Buchecha estreia no ACBJJ nesta sexta-feira, em São Paulo

Faixa-preta de Jiu-Jitsu está ansioso para lutar em sua terra natal

O Absolute Championship Berkut Jiu-Jitsu (ACBJJ) montou um card estelar para a sua primeira edição em 2018, que será realizada nesta sexta-feira, dia 26 de janeiro, em São Paulo. Entre os nomes do card está o decacampeão mundial de Jiu-Jitsu Marcus Buchecha. O faixa-preta, que assinou contrato com o evento russo no final do ano passado, fará o seu debute na organização fazendo uma das superlutas contra Mahamed Aly.
“A expectativa está bem grande para este campeonato. Esse evento está revolucionando o nosso esporte. Estou muito feliz em estar fazendo parte disso. O evento está crescendo muito, todos os grandes atletas já assinaram com a organização. Então, estou bastante ansioso para estrear no ACBJJ”, disse Buchecha.
O último campeonato que Buchecha lutou foi o ADCC, em setembro do ano passado, quando conquistou o bicampeonato na categoria. Após descansar e curar algumas lesões, o atleta da Checkmat garante que está preparado e motivado para lutar em sua terra natal.
“Depois do ADCC eu dei uma parada. Isso foi bom porque pude descansar bem o corpo, já que o ano passado foi de muitas competições, e também para pensar os torneios que pretendo lutar este ano. E este ano vou priorizar as competições do ACBJJ”, enfatizou.
Com apenas 28 anos, recém completados no dia 8 de janeiro, Buchecha já quebrou diversos recordes na arte suave. Apesar de flertar constantemente com o MMA, ele garante que ainda não pensa em aposentadoria dos tatames.
“Acabei de completar 28 anos. Já senti um pé na categoria máster (risos). Ainda não parei para pensar em tudo o que conquistei até agora, mas tem sido uma carreira muito boa. Tenho alcançado muitos dos meus objetivos, e realizei vários dos meus sonhos. Tenho certeza que ainda tem muita coisa pela frente. Estou longe de me aposentar. Ainda tenho muita vontade de lutar e acredito que isso seja o mais importante na carreira de um atleta”, encerrou. 

Foto: Stefan Cocef e @izidor_

  • Polvo Team Fight Club
  • World Tatami
  • AESIR