TUF Brasil 2 - Argentino conquista a última vaga para as semifinais

Publicado em 27/05/2013
Imagem do Artigo TUF Brasil 2 - Argentino conquista a última vaga para as semifinais
Fonte: Textual / Fotos: Divulgação

  • Santiago Ponzinibbio derrotou o companheiro de equipe Cleiton Foguete
  • Os outros semifinalistas são William Patolino, Léo Santos, e Viscardi Andrade
  • Lutador Demian Maia visita a casa e treina com os atletas do Time Nogueira

O 11º episódio do The Ultimate Fighter Brasil 2 teve a luta que decidiu a última vaga para as semifinais da competição. Considerado favorito, o argentino Santiago Ponzinibbio se classificou após uma vitória por decisão unânime sobre Cleiton Foguete, seu companheiro no Time Nogueira. Com o resultado, Santiago se junta a William Patolino, Léo Santos e Viscardi Andrade na fase que definirá os dois finalistas.

Antes da luta, os participantes tiveram uma semana agitada, repleta de atividades. Em mais um desafio entre os times verde e amarelo, uma corrida de cart colocou atrás do volante os técnicos Rodrigo Minotauro e Fabrício Werdum. Os pesos pesados contaram com dicas dos pilotos Cacá e Popó Bueno, respectivamente. Além da rivalidade entre as equipes, estavam em jogo R$ 40 mil, sendo R$ 20 mil para o técnico vencedor e outros R$ 20 mil para os seus atletas. E, depois de largar na frente, Werdum disparou rumo à vitória, sem dar chances a Minotauro.

O lutador Ninja, que está sem equipe desde que abandonou o Time Werdum, ficou de fora da prova e, consequentemente, da divisão do prêmio. “Tinha que ter um carro preto ali para eu competir. Sou o mais leve e inteligente.”, reivindicou Ninja, sem sucesso.

No clima de brincadeira, o Time Nogueira improvisou uma espécie de casinha de cachorro para abrigar o “sem-teto” Ninja. Ele aprovou a ideia e adotou o seu novo cantinho.

Guerra e pole dance

Enquanto isso, o Time Werdum resolveu pegar bem mais pesado. Sob o comando do técnico Werdum, eles capturaram o técnico de wrestling da equipe verde, Eric Albarricin. Os lutadores do time amarelo amarraram, pintaram e rasparam o cabelo do rival. Depois, invadiram a casa para dar início a uma batalha com fogos de artifícios e lançamento de ovos. Mesmo furioso com a pegadinha, Albarricin levou na esportiva:

“TUF é guerra. Tudo é justo na guerra”, decretou o técnico.

Depois, o técnico Werdum resolveu fazer uma atividade diferente para descontrair seus atletas: uma aula de pole dance. Uma professora tentou ensinar alguns movimentos aos lutadores, que se mostraram bastante desajeitados. Sobrou até para o peso pesado Werdum, que foi obrigado a arriscar uma performance. No fim da aula, o vingativo Albarricin jogou um balde com água e ovos na direção dos lutadores do time amarelo, mas acidentalmente acabou acertando em cheio a professora de pole dance.

No dia seguinte, a surpresa ficou por conta da visita do meio-médio Demian Maia. Conhecido como um dos grandes nomes do Jiu-jitsu no UFC, o lutador brasileiro deu dicas aos atletas do Time Nogueira.

Luta

Os companheiros de time Santiago Ponzinibbio e Cleiton Foguete tiveram que deixar momentaneamente a amizade de lado para duelarem pela última vaga nas semifinais. Nas pesagens, o técnico Minotauro tentava disfarçar, mas já apontava para o favoritismo do argentino. “Eu fico sem torcida. Pelas últimas lutas, o Santiago está física e psicologicamente mais preparado", avaliou o técnico.

Dentro do octógono, as expectativas se confirmaram. Apesar de Foguete ter mostrado velocidade nas mãos e boa esquiva, Ponzinibbio levou a melhor no primeiro round. O argentino levou o companheiro para a grade e conseguiu derrubá-lo. A partir daí, aplicou golpes no ground and pound até o fim do round. Quando esboçou reação, Foguete foi advertido pelo árbitro Mário Yamasaki por acertar uma pedalada na cabeça do adversário. Na segunda etapa, Ponzinibbio rapidamente encurralou foguete na grade para novamente derrubá-lo e trabalhar no ground and pound. Apesar de ter conseguido a montada e acertado muitos golpes, o argentino não conseguiu o nocaute. A vitória veio por decisão unânime.

“A ideia era essa: passar sem me machucar”, comemorou Ponzinibbio.

Desolado, Foguete lamentou a derrota: “A derrota dói muito. É como uma cicatriz, corta o corpo, corta a alma e fica para sempre.”

  • Pro Fight MMA Brasil 41
  • TV Pegada
  • World Tatami
  • Polvo Team Fight Club