Alex Poatan e Marcos Breno dão show nas lutas principais do Glory of Heroes Brasil

Publicado em 06/03/2017
Imagem do Artigo Alex Poatan e Marcos Breno dão show nas lutas principais do Glory of Heroes Brasil

O MMA é o esporte que mais cresce no mundo, e não poderia ser diferente no país mais populoso do planeta onde, cada vez mais, os chineses estão se rendendo à magia das artes marciais misturadas.
Por outro lado o Kickboxing já é uma modalidade consagrada em todo o país, com atletas de alto nível e reconhecidos internacionalmente.
Idealizado pela WANMINGYANG Mídia, o Glory of Heroes nasceu em 2016, mas já é um dos mais tradicionais e principais eventos na China de artes marciais. Foram realizadas cinco edições com desafios de MMA e Kickboxing entre chineses e atletas de todo o mundo.
O sucesso é tanto que o Sr. Guo Chen Dong (CEO), através da Câmara Geral dos Empresários Chineses no Brasil, CGECB, e da Wan Ming Yang Media realizaram a primeira edição do Glory of Heroes fora do território chinês.
O dia 04 de março ficará marcado na história das artes marciais nos dois países, a primeira edição do Glory of Heroes Kickboxing/MMA Experience (GHKME) no Brasil, realizado no Ginásio Geraldo José de Almeida, mais conhecido como Ginásio do Ibirapuera, foi um grande sucesso.
“O Glory já é um evento muito importante na China, agora é também no Brasil. Estou muito feliz com este espetáculo que proporcionamos ao público brasileiro, chinês (já que foi televisionado pela principal emissora do país) e a todos os amantes das artes marciais no mundo que acompanharam tudo pelas redes sociais.” Comemora Luiz Kangmiao Ye, presidente da CGECB, que finaliza: “Com certeza realizaremos novas edições no Brasil e estamos fazendo o possível para que seja ainda neste ano.”
Já o senhor Guo, CEO do Glory of Heroes, foi ainda mais enfático: “Muito bom! Sensacional! Esta é a primeira vez que saímos do país, viemos de tão longe e fomos muito bem recebidos no Brasil. Estou muito satisfeito... Tivemos algumas lacunas, algumas coisas que podem ser melhoradas, mas com certeza faremos o possível para que a próxima edição seja perfeita.”
Realmente os organizadores têm muitos motivos para estarem orgulhosos, pois o evento superou a expectativa de todos. Com uma estrutura e show de luzes nunca antes vistas em eventos de lutas no Brasil, o evento começou com as tradicionais “Dança do Dragão” e “Dança do Leão”, que servem para afastar os maus espíritos e trazer boa sorte.

Mas o show mesmo aconteceu em cima do ringue, onde aconteceram 16 combates, sendo 8 de MMA e 8 de Kickboxing. O Protagonista da noite não poderia ser outro, escalado para a luta principal contra o nigeriano radicado na China Israel “Black Dragon” Adesanya, Alex “Poatan” Pereira mostrou por que é considerado um dos principais atletas da modalidade.
Logo no início da luta Poatan partiu para cima e durante todo o primeiro round foi o dono das ações, atacando o tempo todo com chutes e combinações, manteve a mesma estratégia no segundo round, mas, após uma ótima sequência de duros golpes, Adesanya conseguiu um knockdown que silenciou o Ginásio do Ibirapuera, mesmo grogue Alex se levantou e conseguiu segurar até o final do round. Ciente da desvantagem na luta, o brasileiro foi para o tudo ou nada no último e decisivo round, muito consciente em seus ataques, conectou um cruzado de esquerda que vez o Nigeriano beijar a lona e levou sua torcida ao delírio.
“Quando lutamos na China eu venci por pontos, mas ele (Adesanya) contestou o resultado, mesmo sabendo que tinha perdido, minha vitória foi clara, da mesma forma como venci o primeiro round hoje. No segundo ele entrou aquela sequência e eu senti, mas no intervalo falei pro meu corner: Vou nocautear!”. Indagado sobre a dupla função de participar do evento como lutador e como organizador, Alex finaliza: “Estou muito feliz, apesar da grande responsabilidade e do desgaste de ajudar na organização deu tudo certo. Foi um mega evento!
Dos outros 7 combates de Kickboxing, apenas Paulo Pizzo e Bruno Gazani venceram seus combates, amos por decisão dos árbitros laterais.

Na luta principal de MMA Marcos Breno cumpriu a promessa feita durante a entrevista concedida à TV Pegada um dia antes, na Pesagem. “Vou estudar meu adversário no primeiro round e finalizar o combate no começo do segundo.” Foi exatamente o que aconteceu, ainda no primeiro round Breno conseguiu a queda e dominou o combate no chão, montando e dominando as costas algumas vezes. No R2 a história se repetiu e ao chegar nas costas encaixou o mata leão e obrigou Li Haojie a dar os três tapinhas.
Além de Breno apenas as mulheres do card representaram bem o Brasil, Ariane Carnelossi e Aline Sattelmayer venceram Huang Feier e Meng Bo respectivamente, ambas por nocaute técnico.
“Ela tentou beijar meu rosto mais eu preferi dar meu joelho pra ela.” Brincou Aline se referindo à pesagem, quando sua adversária tentou dar um beijo na hora da encarada, e da joelhada certeira que levou a chinesa à lona.
Apesar do saldo negativo para o Brasil no duelo contra a China, duplo 3 x 5, todos saíram ganhando com a realização deste mega evento. Agora é só aguardar a próxima edição e torcer para que seja o mais breve possível.

MMA

  • 61kg: Marcos Breno (Brasil) finalizou Li Haojie (China) com um mata leão aos 2min49s do R2;
  • 61kg: Yang Sen (China) venceu Israel Ottoni (Brasil) por decisão unânime;
  • 57kg: Aline Sattelmayer (Brasil) venceu Meng Bo (China) por TKO aos 1min36s do R2;
  • 66kg: Wang Jizheng (China) nocauteou Arthur "Madrugadão" (Brasil) aos 14 segundos do R2;
  • 52kg: Ariane Carnelossi (Brasil) venceu Huang Feier (China) por TKO aos 4min45s do R2;
  • 63kg: Cui Liucai (China) finalizou Thiago de Paula (Brasil) com uma chave de braço aos 2min59s do R3;
  • 66kg: Lu Jian Bo (China) venceu Vinicius Fontes (Brasil) por decisão médica aos 3min51s do R2;
  • 61kg: Wang Yayong (China) venceu Léo Alves (Brasil)por decisão dividida;

Kickboxing

  • 67kg: Qiu Jianliang (China) venceu Wilson Djavan (Brasil) por decisão unânime;
  • 85kg: Alex "Poatan" Pereira (Brasil) nocauteou Israel “Black Dragon” Adesanya (China) aos 43 segundos do R3; 
  • 77kg: Fernando Nonato (Brasil) venceu Wei Gaojie por decisão unânime;
  • 71kg: Bruno Gazani (Brasil) venceu Hao Shengbin (China) por decisão unânime;
  • 63kg: Deng Zeqi (China) venceu Hector Santiago (Brasil) por TKO (3 knockdowns) aos 54 segundos do R3;
  • 65kg: Zhou Yi (China) venceu Marcos Vinicius (Brasil) por decisão unânime;
  • 71kg: Zhou Tao (China) nocauteou Alex Oller (Brasil) aos 37 segundos do R2;
  • 63kg: Paulo Pizzo (Brasil) venceu Kong Long (China) por decisão unânime no round extra.

SERVIÇO
Glory of Heroes Kickboxing/MMA Experience (GHKME)
Local: Ginásio do Ibirapuera (Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida)
Data: 4 de Março (sábado)
Endereço: Rua Manuel da Nóbrega, 1361 - Ibirapuera, São Paulo-SP
Horário: Abertura dos portões às 16h (horário de Brasília)

Sobre o Glory of Heroes
Organizado pela Câmara Geral dos Empresários Chineses do Brasil (CGECB) e Wan Ming Yang Media, com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, o o Glory of Heroes Kickboxing/MMA Experience (GHKME) é o maior evento de artes marciais da China, que terá sua primeira edição no Brasil, em São Paulo, dia 4 de março, no Ginásio do Ibirapuera.

Esporte e qualidade de vida
A ação da CGECB também busca apoiar o trabalho de muitas academias e centros de treinamento, que investem nas artes marciais e na qualidade de vida. Uma oportunidade para muitos poderem conhecer estes trabalhos que mudam muitas vidas e contribuem para o desenvolvimento do esporte e da saúde de muitas pessoas, de todas as idades.

Foto: Marcos Santos

  • Pro Fight MMA Brasil 41
  • TV Pegada
  • Polvo Team Fight Club
  • World Tatami