UFC 156 – Aldo mantém o Cinturão em noite de Vitórias para Brasileiros em Vegas

Publicado em 03/02/2013
Imagem do Artigo UFC 156 – Aldo mantém o Cinturão em noite de Vitórias para Brasileiros em Vegas
Foto: Divulgação / UFC

José Aldo vence Frankie Edgar por decisão unânime e continua com o cinturão dos penas; brasileiro dedica vitória a Santa Maria (RS).

Na co-luta principal da noite, brasileiro Rogério Minotouro vence Rashad Evans também por decisão unânime dos jurados.

Completando a festa brasileira no card principal, Antônio Pezão nocauteia e Demian Maia vence por decisão.

 

José Aldo tem o domínio da divisão dos penas. Apesar de ter apenas três lutas no UFC, o brasileiro já mostrou incrível superioridade em outros eventos. No UFC 156, realizado no Mandalay Bay (Las Vegas – EUA), na madrugada de sábado para domingo (03), não foi diferente. Aldo dominou os cinco rounds e os jurados deram a vitória por decisão unânime. A noite só não foi 100% brasileira, porque Gleison Tibau, ainda no card preliminar, perdeu para o americano Evan Dunham. No principal card da noite, ao lado de José Aldo, os brasileiros dominaram: Rogério Minotouro e Demian Maia venceram por decisão unânime e Antônio Pezão nocauteou o gigante holandês Alistair Overeem.     

Aldo mantém o cinturão e dedica vitória para Santa Maria (RS)

A luta valendo o cinturão dos penas começou quente. Logo de início, Aldo impôs seu jogo e soltou poderosos jabs. Seu treinador André Pederneiras gostou e pediu a mesma postura para os rounds seguintes. Na segunda etapa, o brasileiro usou muito bem os já conhecidos chutes de direita e magoou a coxa esquerda de Edgar, que chegou a cair após um dos golpes. Em um dos chutes, o americano segurou a perna de Aldo, colocando o brasileiro para baixo, mas o atleta da Nova União logo se levantou.

Os dois rounds seguintes começaram e terminaram da mesma forma, ou seja, com Aldo encaixando os melhores golpes. No quarta etapa, Edgar chegou a aplicar uma bonita queda, mas o brasileiro se levantou rápido evitando o jogo de ground and pound do americano. Após o sinal de término de round, a equipe de Aldo já sinalizava a vitória e pedia apenas que o brasileiro procurasse se defender com mais atenção. O manauara fez mais. Aldo continuou conectando bons golpes e, pouco antes do final da última etapa, surpreendeu dando um soco voador usando a grade.

Vitória por decisão unânime para o Brasil. Após o presidente do UFC Dana White colocar o cinturão em Aldo, o brasileiro dedicou a vitória para a cidade de Santa Maria (RS). “Essa vitória vai para o povo de Santa Maria. Espero que isso conforte um pouco as pessoas de lá”, falou Aldo ainda no octógono.

“Quero ser lembrado sempre por lutar com os melhores lutadores. Fiquei muito feliz quando soube que ia enfrentá-lo (Edgar) e estava preparado para fazer 10 rounds”, explicou Aldo na coletiva de imprensa para depois completar falando sobre seu futuro na divisão: “Ainda não estou pensando em subir, mas se o Dana e o Joe Silva quiserem me testar na categoria de cima, eu topo”.

Minotouro surpreende e vence Rashad por decisão unânime

A primeira etapa começou bem equilibrada. Não fosse uma queda aplicada por Rashad, os jurados teriam dificuldade em pontuar o primeiro round. Após o descanso, Minotouro voltou mais determinado e conectou bons golpes no americano. A última etapa foi equilibrada da mesma forma. No final, os jurados decidiram pelo brasileiro. Vitória por decisão dividida e mais um passo importante na divisão dominada por Jon Jones.

Pezão nocauteia gigante holandês

A luta que definiria o próximo desafiante dos pesos pesados começou muito estudada. Os cinco primeiros minutos passaram após muito clinch e pouca ação. Após trocação no início da segunda etapa, Overeem colocou Pezão para baixo e trabalhou por cima durante a maior parte do round. Após o árbitro mandar os dois levantarem, o paraibano ainda conseguiu alguma vantagem. Na terceira e última etapa, Pezão mostrou ser melhor em pé e nocauteou o gigante holandês com fortíssimos socos de direita.

John Fitch prova do próprio veneno e Demian ganha por decisão unânime

Ex-desafiante do cinturão dos médios, Demian Maia desceu recentemente para os meio-médios e vem tendo sucesso. Nesta noite, o paulista adotou a estratégia perfeita, colocando o adversário para baixo e buscando a finalização o tempo todo. Os jurados não tiveram dúvida: decisão unânime para o brasileiro.
          

Card principal

 

José Aldo venceu Frankie Edgar na decisão unânime dos jurados e continuou com o cinturão dos penas

Rogério Minotouro venceu rashad Evans na decisão unânime dos jurados

Antônio Pezão nocauteou Alistair Overeem aos 25 segundos do terceiro round

Demian Maia venceu Jon Fitch na decisão unânime dos jurados

Joseph Benavidez venceu Ian McCall na decisão unânime dos jurados

 

Card preliminar

 

Evan Dunham venceu Gleison Tibau na decisão dividida dos jurados

Tyron Woodley nocauteou Jay Hieron aos 36 segundos do primeiro round

Bobby Green finalizou Jacob Volkmann com um estrangulamento aos 4:25 do terceiro round

Isaac Vallie-Flaqq venceu Yves Edwards na decisão dividida dos jurados

Dustin Kimura finalizou Chico Camus com um estrangulamento aos 1:50 do primeiro round

Francisco Rivera nocauteou Edwin Fiqueroa aos 4:20 do segundo round

  • Polvo Team Fight Club
  • Pro Fight MMA Brasil 41
  • TV Pegada
  • World Tatami